[Primeira Impressões] AquaRio 🐠🐚🐙

AquaRio0
Para maiores informações, acesse: https://www.aquariomarinhodorio.com.br/

Localizado na Praça Muhammad Ali, próximo ao Museu do Amanhã e ao Museu de Arte do Rio, na zona portuária do Rio de Janeiro, o AquaRio – Porto Maravilha foi mais uma das idealizações do governo do ex-prefeito da cidade, Eduardo Paes. Bem, não entrarei aqui no mérito da nossa prefeitura para não causar polêmica ou afins (haja vista o período tenso que estamos vivendo em nossa política), mas sim contarei um pouco da minha experiência visitando o local pela primeira vez.

Logo que entramos no espaço destinado à visitação, nos deparamos com pequenos aquários de parede (desses parecidos com TVs de plasma) com peixes de várias espécies e bem pequenos em sua grande maioria. E acima de cada um desses aquários, há uma tela de TV mostrando nome, foto e um pouco sobre a espécie que se encontra no aquário. A ideia dessas telas é até interessante, já que o espaço em si é bem escuro, contendo luz apenas dentro dos aquários, só que as informações sobre cada peixe, molusco, crustáceo, entre outros, muda muito rápido, o que dificulta a leitura e consequentemente aprendizado do visitante, que acaba assim optando por apenas observar os aquários – sem falar que em algumas telas existiam informações sobre peixes que não estavam no aquário a que se referiam, o que ficou ainda mais confuso.

 

(O aquário onde fica o famoso Peixe-Palhaço, nosso eterno Nemo, e um aquário com arrais e um “mini-tubarão” que eu não lembro exatamente o nome)

Existe também uma área onde um instrutor do AquaRio mostra digitalmente como são algumas espécies marinhas por fora e por dentro, contando como funciona seu esqueleto e órgãos internos para sua sobrevivência. Esta foi, a meu ver, uma das partes mais interessantes do “museu”, já que eu AMO aprender mais sobre qualquer coisa *-*

Outra área disponível para visitação é o tanque onde é possível tocar algumas espécies vivas, e pelo que parece, não prejudica os bichinhos, já que eles só permitem que os visitantes os toquem com um dedo e apenas numa pequena região delimitada, e isso após lavarmos bem as mãos; fora que esse tanque só funciona de segunda a sexta, permitindo assim que os animais descansem aos finais de semana.

Agora, a parte mais bonita de todas – e a mais esperada, eu imagino -, é o túnel.
AquaRio1

(minha tia e minha avó a caminho do túnel)

Sabe aqueles túneis que te fazem se sentir no fundo do mar? Pois é exatamente este tipo de túnel que está lá. Nele encontramos espécies maiores do que as dos aquários, e a coisa mais linda de se ver. As crianças que estavam visitando o AquaRio ficaram encantadas, e mesmo nós, adultos, não deixamos de nos encantar por toda aquela beleza.

AquaRio2

(eu e minha avó dentro do túnel – é a coisa mais linda do mundo!)

Depois desse túnel, encerrando assim a visitação do AquaRio, há um pequeno museu com conchas dos mais variados lugares, todas de uma beleza singular. Pena que meu celular já estava descarregando e eu acabei não podendo tirar fotos de lá, mas prometo que se um dia eu voltar, mostrarei as fotos a vocês 😉

A meu ver, o AquaRio ainda precisa melhorar bastante – especialmente no que diz respeito ao acesso de informações -, e o preço também não ajuda (eu só fui graças à minha tia, que pagou meia entrada e tem direito a um acompanhante), mas ele é de fato um grande avanço na questão cultural da cidade do Rio de Janeiro. Uma oportunidade bem bacana de conhecer e aprender mais sobre vida marinha, dando assim o devido respeito que estes seres tão enigmáticos quanto belos merecem.

Anúncios